Microsoft anuncia que não irá mais fabricar o acessório Kinect

Já no Brasil: novo ‘Pagar com Google’ agiliza compras em sites e apps
23 de outubro de 2017
Nextel encerra serviço de rádio no Brasil
26 de outubro de 2017

A Microsoft anunciou oficialmente que não irá mais fabricar o Kinect, acessório de captação de movimentos e voz lançado em 2010 com versões para o Xbox One, Xbox 360 e PC. O periférico teve um considerável sucesso na geração anterior, no qual se tornou o aparelho que mais rápido vendeu para consumidores em 2011 segundo o Guinness World Records. No entanto, nos últimos anos o Kinect tem sido deixado de lado no Xbox One. A fabricante promete suporte para os usuários que ainda possuírem o produto.

Inicialmente, em novembro de 2013, todos os Xbox One acompanhavam o Kinect 2.0 em sua caixa, pois ele era obrigatório para o funcionamento do console. No entanto, isso deixava a plataforma da Microsoft mais cara que seu concorrente direto: o PlayStation 4. Em junho de 2014, começaram a ser vendidos os primeiros modelos do console sem o Kinect e seu uso deixou de ser exigido. Atualmente, há pouco mais de 20 jogos do Kinect para o Xbox One contra mais de 150 games que têm suporte ao acessório no Xbox 360.

O aparelho foi apresentado originalmente na E3 2009 sob o codinome “Project Natal” com um trailer que exibia algumas capacidades realmente impressionantes. Quando lançado em novembro de 2010 para o Xbox 360, havia uma grande variedade de jogos da própria Microsoft para ele, como Kinect Adventures, Kinect Joy Ride, Kinect Sports e Kinectmals. O utensílio recebeu durante sua vida também grandes nomes como Dragon Ball Z for Kinect, Harry Potter for Kinect e Marvel Avengers: Battle for Earth.

No Xbox One, o dispositivo é utilizado principalmente para games de dança e ginástica como Just Dance, Dance Central, Zumba Fitness World Party e Shape Up. Apenas alguns títulos fogem ao molde como Rabbids Invasion e Fantasia: Music Evolved. Atualmente, os modelos Xbox One S e Xbox One X nem mesmo possuem uma porta de entrada específica para o Kinect e usuários que desejem-no precisam comprar um adaptador USB separadamente.

Fonte: The Verge